01 junho 2010

DE PÉ ENTRE AS RUÍNAS...

Ou, antes do mais, um muito obrigado a todos os leitores deste modesto "blogue"!
Venho, contra ventos e marés e sobretudo a opinião de tantos conversos camaradas, resistindo à praga das denominadas redes sociais onde, segundo me dizem, se faz um fantástico trabalho político (a par de outros, creio, tal a proliferação de "amigos" e "amigas" virtuais...) e tudo de expõe, obviamente, numa gigantesca feira de vaidades e hedonismo. Desculpem-me os conversos... Haverá lá gente séria e empenhada, seguramente que sim! Haverá outros que, mais "distraídos", lá vão cedendo a outros mesteres na troca virtual de "amizades" que aparentemente não conseguem manter/criar ao vivo e a cores (como se costumava dizer). Além de possibilitar sempre, a coberto de anonimatos, toda a sorte de imbecilidades de variada índole.
Dizem-me muitos que a "blogosfera" está condenada, que o "facebook" é que é (parece que aquela professora de Mirandela lá possui milhares de "amigos", todos estetas e amantes da arte, estou seguro...). Ora esta modesta casa, verdadeiramente em revolta contra o mundo moderno - que tão bem as redes "sociais" representam - lá vai mantendo a constância e mesmo crescendo. É certo que não terei os milhares de "amigos" da docente de Mirandela, mas que diabo, a diferença é bem patente entre os dotes dela e os meus e, a bem dizer, ter tido no mês que ora finda 3253 visitas e 5058 vizualizações não me parece nada mal para as minhas ambições. Aliás, exceptuando os meses em que fui candidato às eleições ao parlamento europeu (onde por motivos evidentes os índices dispararam) nunca esta casa foi tão visitada.
Quero crer, pois, que com alguma dedicação e leitores fiéis se pode manter aqui uma actividade importante e quem quiser ler o que escrevo e comentar (dentro da lisura, identificação e civilidade expectáveis) pode sempre fazê-lo aqui, ou não?
Um abraço aos meus fiéis leitores (também aos outros que o fazem por "ossos do ofício", que não sou rancorosos) e que, se para tal acharem merecimento, vão recomendando este espaço a quem o não frequente.

Etiquetas: ,

5 Comments:

Blogger Flávio Gonçalves said...

Bom, pela minha parte utilizo o Facebook para reencontrar colegas de escola, trabalho e militâncias... mas não serve para muito mais que isso, que eu tenha notado.

O combate das ideias é na blogosfera (enquanto deixarem), o Facebook é uma feira das vaidades onde as reacções são "bravo" e "gosto muito" e o formato nem permite grandes discussões devido à limitação do tamanho dos comentários.

terça-feira, 01 junho, 2010  
Blogger Nuno Castelo-Branco said...

O Facebook? Deves estar a gozar... só lá vou quando me contactam. Aquilo é mais um album de fotos antigas e para pouco mais servirá. Não há paciência.

terça-feira, 01 junho, 2010  
Blogger pvnam said...

Os espertalhões do costume {as marionetas da superclasse}:
-> apregoam aos sete ventos: "os perigos da liberdade de expressão na internet"... procurando dissimular o óbvio - a liberdade de expressão na internet trás perigos, sim... mas o controlo da expressão... trás perigos MUITÍSSIMOS MAIORES!...
-> adoram embirrar com a blogosfera («é uma coisa fora de moda», etc)... por motivos óbvios: a blogosfera permite a um qualquer indivíduo expressar as suas opiniões duma MANEIRA MUITO MAIS EFICAZ... do que qualquer das outra formas disponíveis...

terça-feira, 01 junho, 2010  
Blogger harms said...

O facebook há-de durar o tempo que o deixarem, até nova moda. Os blogues vão resistindo e essa foi uma das razões pelas quais (mais uma vez) voltei ao meu. Agora, a fidelidade de leitores e amigos (e inimigos, porque não) num blogue é muito mais gratificante do que 500 pseudo-amigos virtuais. Ah, como é muito mais gratificante vir ao Reverentia todos os dias - por isso é que acho que um blogue deve ser actualizado diariamente (ou, pelo menos, quase). Saúde!

terça-feira, 01 junho, 2010  
Blogger HNO said...

Retribuindo o cumprimento que bom foi ver/ler o apreciado "filósofo albicastrense" voltar às lides.
Um abraço e que desta seja para ficar!

terça-feira, 01 junho, 2010  

Enviar um comentário

<< Home