16 setembro 2010

CRISE? QUE CRISE?

Não, não me refiro ao homónimo album dos Supertramp, Crisis? What crisis?, lançado era eu um jovem no já longínquo ano de 1975...

Refiro-me ao nosso pobre quotidiano ilustrado pela imagem que vos anexo. Apesar das notícias de hoje, de que nos endividamos à razão de 2 milhões e meio de Euros por hora (sim, leram bem 2,5 milhões a cada hora que passa...), não se vislumbra qualquer esforço sério por parte dos nossos (des)governantes - para além da tirania fiscal exclusivamente sobre os que é fácil apanhar - em reduzir a pompa e fausto em que vivem.

Pois apesar deste endividamento galopante a pompa e as obras faraónicas continuam. A imagem anexa mostra as obras do novo Museu dos Coches, obra seguramente importante, mas, no mínimo discutível, para um país que enfrenta a crise que nós enfrentamos. É vê-los a laborar, quase dia e noite, e o museu a crescer a olhos vistos com os custos que facilmente imaginaremos.

É a crise? Só se for para alguns...

Etiquetas: ,

2 Comments:

Blogger menvp said...

Manifesto: NÃO QUEREMOS POLÍTICOS PAIZINHOS - Fim da Cidadania Infantil!

Os cidadãos não podem ver os políticos como um 'paizinho'... devem, isso sim, é exigir maior fiscalização e controlo sobre a actividade política!
De facto, quem paga - leia-se, contribuinte - tem de ter um maior controlo sobre a forma como é gasto o seu dinheiro!
EXPLICANDO MELHOR: todos os gastos do Estado que não sejam considerados de «Prioridade Absoluta» [nota: a definir...] devem estar disponíveis para ser vetados durante 72 horas pelos contribuintes [nota: através da internet].
Para vetar [ou reactivar] um gasto do Estado deverão ser necessários 100 mil votos [ou múltiplos: 200 mil, 300 mil, etc] de contribuintes.

Resumindo e concluindo: não se queixem do facto de estar a ser mal gasto dinheiro do Estado: abram os olhos... e vetem!

quinta-feira, 16 setembro, 2010  
Blogger Nuno Castelo-Branco said...

... e a ralé vai dizendo que o Museu dos Coches é para comemorar a república! Que lata!

segunda-feira, 20 setembro, 2010  

Enviar um comentário

<< Home