13 dezembro 2010

TODOS SOMOS PEDRO!

Pedro Varela ingressou ontem, Domingo, voluntariamente na prisão de Lledoners por volta do meio-dia.
Acompanhado por amigos e de muitos clientes da Libreria Europa que transportavam cartazes sobre o direito à liberdade de expressão, direito à informação e de difusão de informação. Pedro Varela, antes de entregar os seus documentos aos funcionários prisionais dirigiu breves palavras aos que o acompanhavam.
Na fotografia inferior Pedro Varela, com a fortaleza moral e de convicções que todos lhe reconhecemos, ao ser detido despede-se dos que o acompanharam à injusta e iníqua prisão com a certeza de que a razão triunfará e que em breve será libertado.
Cabe-nos a nós auxiliá-lo a atingir esse objectivo em defesa da liberdade de todos nós.
Algumas medidas podem ser tomadas:
- Inscrição no blog Libertad Pedro Varela;
- Continuação do apoio à Libreria Europa;
- Apoio monetário para custos judiciais para a conta: "La Caixa" 2100 - 3003 - 56 - 2109609958;
- O "Reverentia" vai produzir um bilhete postal que poderá ser enviado ao Embaixador de Espanha em Lisboa ou ao Governo da Catalunha.
Todos somos Pedro!

Etiquetas: , ,

3 Comments:

Blogger Euro-Ultramarino said...

Assino em baixo!

segunda-feira, 13 dezembro, 2010  
Blogger pvnam said...

---> No blog 'ofogodavontade.wordpress.com/' está escrito: «É impressionante que entre tantos dedicados defensores da liberdade que existem nas sociedades ocidentais, as pessoas possam ser presas por vender livros sem o mínimo ruído.»

---> É impressionante mesmo!

segunda-feira, 13 dezembro, 2010  
Blogger José Domingos said...

O poder, quando confrontado, reage mal.
Os governos socialistas, do chamado rosto humano???????, que tão bem conduziram os destinos de Portugal e Espanha, com os resultados, á vista de todos, têm uma grande vantagem.
A justiça, já não é cega, um beneficio do estado social, agora, já vê com o olho esquerdo.
Em Portugal, também existem situações idênticas ao do Pedro Varela, patriotas detidos, por delito de opinião epor escrever na net.
Em Espanha, será provável, que desapareçam as provas de acusação, agora está muito na moda, e também é provável, que o ministério público espanhol, esteja ocupado, por gente ligada a partidos de extrema esquerda, de agora, ou de passado recente, o que dá, desde logo, uma garantia de isenção, acima de qualquer suspeita.
Estou, com Pedro Varela.

segunda-feira, 13 dezembro, 2010  

Enviar um comentário

<< Home