13 setembro 2011

É TERÇA-FEIRA

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger João said...

Não tendo directamente a ver com o jornal, mas tendo em conta a edição da semana passada, queria pedir ao Humberto se me sabe esclarecer uma dúvida: na minha escola a zelotazinha de serviço já veio com a conversa de que é obrigatória a adopção do aborto e mais não sei quê. Ora, eu não vou adoptá-lo e escreverei como sempre escrevi. Queria era saber se, no caso de me virem ameaçar com sanções e processos e etc há meio de contrariar isso. O Humberto sabe se nesta situação é possível invocar a desobediência civil, por exemplo? há qualquer coisa em que possamos pegar para fazer frente a este abuso? Abraço.

quarta-feira, 14 setembro, 2011  
Blogger HNO said...

Caro João,
eu não vou usar. Aqui na Universidade não adoptamos o aborto. Creio que... mas instituições públicas poderá ser diferente, não seja obrigatório. Mas é uma boa questão á qual tentarei obter resposta.
Um abraço

quarta-feira, 14 setembro, 2011  
Blogger Flávio Gonçalves said...

Infelizmente é algo ainda nebuloso, tanto na Antagonista como no "O Diabo" há consenso de que não se alteram as grafias até nos multarem, processarem, ou quaisquer que sejam as penalidades.

Afinal, se passa a ser 'obrigatório' em 2014, como vão obrigar as gentes, editoras, autores e jornais? Prevejo multas em barda, afinal o Estado preciso de todo o que puder arranjar.

quarta-feira, 14 setembro, 2011  
Blogger João said...

Obrigado. É que me parece que, mais tarde ou mais cedo, teremos de enfrentar ameaças no local de trabalho por causa disso e interessava-me saber (e a quem se opõe a isto, claro) como é que podemos reagir. Na reunião geral de professores que tivemos lá veio a professora de português mais entusiasta da escola lembrar que temos de dizer aos alunos que devem escrever de acordo com o aborto, que devemos sacar da página da escola o novo conversor ortográfico, que os testes e documentos têm de ser como a nova regra manda e eu recuso-me a isso. Já no ano passado dizia aos alunos que na minha sala de aula escreve-se como deve ser e cá estaremos para enfrentas os zelotas. Abraço.

quarta-feira, 14 setembro, 2011  

Enviar um comentário

<< Home