26 janeiro 2007

A CABALA DO BERLOQUE DE ESTERCO

Ou de como a má-fé, a leviandade, a imprecisão e a estupidez deveriam pagar elevado imposto ou mesmo ser proibidas. Por uma carta da criatura supra reproduzida fiquei a saber que alguns dos meus velhos amigos, que sempre foram (e são) anti-nazis (ideologicamente, claro, que não por uma qualquer reacção pavloviana como a destas criaturas...), são agora apodados por esta aventesma que se senta lá naquele casarão roubado aos frades de São Bento de proprietários de blogs nazis... e eu que tais laivos jamais lá encontrei, fiquei triste comigo e com a minha incapacidade de ler e sobretudo de apreender. Mas vou lê-los melhor e se calhar a "Leninha" não era mau que o fizesse. E já que o tema que a fez vir a terreiro era o aborto, era bom que não emprenhasse pelos ouvidos (credo, que imagem grotesca...).
Cada vez mais não há paciência para estes torquemadas da esquerda caviar...

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Pantera said...

A este tipo de gente pode ter a certeza que era a pena de morte.
Pum..Pum..Já estava.

Abraços Humberto!

sexta-feira, 26 janeiro, 2007  
Blogger Mendo Ramires said...

Certeiro! — tiro e queda.

sexta-feira, 26 janeiro, 2007  
Blogger Oriens said...

Saberemos todos quando o Tempo se ergue.

quarta-feira, 21 maio, 2008  

Enviar um comentário

<< Home