13 setembro 2008

A LOUCURA E A FALTA DE SENSO...

No início do presente ano o deputado do Partido Social Democrata, Nuno da Camara Pereira (confesso que ainda não percebi esta nova alteração de Câmara para Camara, será já do novo acordo "ortografico", alguma forma descoberta arqueologicamente num qualquer vetusto arquivo ou apenas aumento de "panache"), lançou um livro denominado O Usurpador. Apesar de alguma prudência incial, alguma tentativa de erudição e alguma, raramente conseguida, isenção, torna-se claro que - revestido dos poderes públicos que possuí e fazendo juz ao aforismo "se queres ver um vilão põe-lhe o pau na mão" - o livro é um ajuste de contas e um panegírico de defesa de uma linha de pretendentes ao trono que o nunca foi... Quantos dos que nela enfileiram conheci no beija-mão (no qual aliás jamais participei) ao Senhor Dom Duarte Pio de Bragança. Enfim, mas é realmente vã a glória de brilhar.
O autor, de quem não tenho boa opinião pessoal (embora isso não tenha qualquer relevância e seja muito amigo do seu irmão Gonçalo), mergulhou há uns anos por erráticos caminhos, abraçando ademais a cáfila pestilenta dos pedreiros-livres, e tomou-se de fúrias para com o descentente do Rei D. Miguel I e reconhecido como Chefe da Casa Real Portuguesa
Um livro mau, rancoroso, pouco sério (refere-se mesmo a D. Miguel I como o "bocassa português"...) de um malhado converso e democrata tão anti ditatorial que um dia destes ainda venho a descobrir que foi capitão de Abril...
P.S. Quanto ao sub-título "O poder sem pudor", crente que não foi esse o desejo do autor, adequa-se-lhe perfeitamente...

Etiquetas: ,

6 Comments:

Blogger Dr.Régio Moura said...

Realmente o nível está a baixar cada vez mais neste país tão mal frequentado!
Um abraço!

segunda-feira, 15 setembro, 2008  
Blogger Nuno Castelo-Branco said...

ehehehehehe, em cheio, HN, em cheio! E, olha, não te rales, porque ali para os lados do Júlio de Matos, encontram-se uma data de gajos que julgam ser o Napoleão. Bah!

terça-feira, 16 setembro, 2008  
Blogger Réquila said...

Novidade das Edições Réquila: "A Genealogia do Pensamento Nacionalista" de Fernando Campos.

edicoesrequila.blogspot.com

terça-feira, 16 setembro, 2008  
Blogger Vladimir said...

pela revolução vermelha

http://cravos-vermelhos.blogspot.com/

quarta-feira, 17 setembro, 2008  
Blogger Afonso Henriques said...

"linha de pretendentes ao trono que o nunca foi"

Pode por favor explicar-me o que quer dizer com isto?

Estou bastante curioso. Obrigado.

quarta-feira, 17 setembro, 2008  
Blogger HNO said...

Caros comentadores, permitam-me um especial abraço ao Nuno que bem sabe (com pleno conhecimento de causa) do que aqui se trata. Não é Nuno?
Ao comentário do Afonso Henriques esclareço que se trata da linha da Infanta D. Ana de Jesus Maria, "progenitora" das linhas do autor da obra e sobretudo dos Loulés que, aparentemente, sairam da toca e se rebelaram contra o primo que reverentemente serviam, num passado não muito (mesmo nada) longínquo...
Um abraço

quinta-feira, 18 setembro, 2008  

Enviar um comentário

<< Home