17 maio 2010

A TENDÊNCIA NACIONALISTA

Há já uns dias que a minha amiga Helena B. Cunha me enviara a notícia da existência de uma tendência nacionalista no seio do CDS/PP que, confesso, desconhecia. Como "têndencia" soou-me mais a algo de moda do que a uma sólida questão política.
Na altura li o "blogue", parecendo-me que continha ideias correctas e próximas, efectivamente , das posturas Nacionalistas mas não tive tempo de com eles contactar.
Acontece, porém, que uma uma outra notícia surgida há poucos dias me alertou de novo para esta questão.
Creio não conhecer nenhuma das pessoas em causa, que, quase seguramente, não serão frequentadores desta casa mas desde já lhes deixo dois reptos:
Primeiro, para que entendam que o espaço para Nacionalistas é o PNR e não o CDS/PP e, de facto, no PNR podem, e devem, conviver as diversas "tendências" que se reclamarem de Nacionalistas;
a segunda a que, pessoalmente, estou pronto, para se assim o entenderem podemos conversar sobre uma actuação Nacionalista comum no futuro.
Compreensivelmente (embora não justificadamente) o CDS que não inscreve a matriz Nacionalista nas suas forças motrizes não quer admitir esta tendência.
Aqui fica o repto, se alguém estabelecer a ponte, melhor.

Etiquetas: , ,

3 Comments:

Blogger Flávio Gonçalves said...

Ainda sou do tempo em que a Comissão Política Distrital de Setúbal do CDS/PP era de uma "tendência nacionalista", ainda não havia PNR.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, não deixa de ser irónico que a Comissão, outrora nas mãos de militantes de "tendência nacionalista", seja a estrutura a vir rechaçar essa tendência no Barreiro.

De resto, há nacionalistas e patriotas espalhados pelos partidos todos, até no PS. Falta é um Duce que os aglutine, ou os puxe de debaixo da cama onde se escondem.

segunda-feira, 17 maio, 2010  
Blogger José Domingos said...

O cds nacionalista, andam á pesca de votos, quem der mais, é quem fica, a história recente deste partido do sistema, prova isso.
Há nacionalistas presos, injustamente, não é para o cds, ficar com os louros.
A existência do PNR, custou muito, a muita gente patriota, homens e mulheres, bons.
Faz-me lembrar a história do sarkozy, e a maneira manhosa, como foi buscar votos.

segunda-feira, 17 maio, 2010  
Blogger Nacionalistas lusitanos do Barreiro said...

Sou o porta voz/ideólogo, desta tendência,agradeço o seu comentário.
Neste momento o CDS-PP,foram extintas as"sensibilidades",encontrando-se o partido nas bases num marasmo,que eu como"antigo",nunca tal coisa vi.
Neste momento o partido que foi fundado por"nacionalistas",tem medo da palavra e de se assumir,porque pode perder votos,e nós somos perseguidos,porque a"sensibilidade",está a expandir-se para sul e norte,e diz as verdades(até a de Manuel Alegre ou a dos mamões do PS e a da reforma dos eurodeputados, escandalizou as cúpulas do CDS-PP,isto porque o partido está infiltrado com PS e ex-comunas e muitos homossexuais...Não conheço o partido pelo qual lutei...
Agora temos processos,que podem chegar há expulsão...
Vamos estar no Porto no dia 28 de maio, no "Manhoso"ao pé do Estádio do Dragão,pelas 20,00.
Gostaríamos de o conhecer,de trocar ideias consigo.
Vamos continuar a nossa luta na mesma,temos apoio, e estamos a aumentar...
Saudações Nacionalistas

segunda-feira, 17 maio, 2010  

Enviar um comentário

<< Home