13 janeiro 2012

SINAIS DOS TEMPOS


Na época da ditadura...


Podíamos acelerar os nossos automóveis nas auto-estradas acima dos 120km/h sem nenhum risco e não éramos multados por radares maliciosamente escondidos mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos comprar armas e munições à vontade, pois o governo sabia quem era cidadão de bem, quem era bandido e quem era terrorista mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos dar piropos à funcionária, à menina do "guiché" das contas a pagar ou à recepcionista sem correr o risco de sermos processados por "assédio sexual" mas...,

não podíamos falar mal do Presidente.

Não usávamos eufemismos hipócritas para fazer referências a raças (ei! preto!), credos (esse crente aí!) ou preferências sexuais (fala! seu maricas!) e não éramos processados por "discriminação" por esse motivo mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos tomar a nossa redentora cerveja no fim do expediente para relaxar e conduzir o carro para casa, sem o risco de sermos classificados como delinquentes, sendo presos por estarmos "alcoolizados"
mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos cortar a árvore do quintal, empestada de pragas, sem que isso constituísse crime ambiental mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos ir a qualquer qualquer bairro da cidade, de carro, de autocarro, de bicicleta ou a pé, sem nenhum medo de sermos assaltados, sequestrados ou assassinados mas...

não podíamos falar mal do Presidente.

Podíamos livremente fumar em qualquer local mas...

não podíamos falar mal do Presidente.


Hoje, em democracia, a única coisa que podemos fazer....

...é falar mal do presidente!

Olha que porra!!!

Como os tempos mudaram...!!!

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger Skedsen said...

Tão verdadeiro e tão ignorado pelas massas. A ilusão democrática fez a humanidade perder o discernimento.

sexta-feira, 13 janeiro, 2012  
Blogger HNO said...

Bem verdade meu caro amigo. Abraço!

sexta-feira, 13 janeiro, 2012  
Blogger HelenaBC said...

Genial !

domingo, 15 janeiro, 2012  

Enviar um comentário

<< Home