16 abril 2008

FIEL ATÉ AO FIM!

Faria hoje 100 anos António Lopes Ribeiro. Nascido em Lisboa (cidade onde veio a falecer em 14 de Abril de 1994) no ano do nefasto Regicídio viria a transformar-se na mais importante referência do cinema português, opinião que perfilho mas que é secundada por muitos estudiosos do cinema português.
Salvo erro ou omissão gravou os seguintes filmes e documentários:
Bailando ao Sol (1928)
Uma batida em Malpique (1929)
Curso de Oficiais Milicianos em Mafra (1932)
A Preparação do Filme "Gado Bravo" (1933) - verdadeiro percursor dos modernos "making of..."
Gado Bravo (1934)
Fogos Reais na Escola Prática de Infantaria (1935)
O Feitiço do Império (1940)
Guiné, Berço do Império (1940)
As Festas do Duplo Centenário (1940)
O Pai Tirano (1941)
Aspectos de Moçambique (1941)
Manifestação Nacional a Salazar (1941)
A Exposição do Mundo Português (1942)
Portugal na exposição de Paris de 1937 (1942)
São Tomé e Príncipe (1942)
Amor de Perdição (1943)
Angola, uma Nova Lusitânia (1944)
Gentes Que Nós Civilizámos (1944)
A Morte e a Vida do Eng. Duarte Pacheco (1944)
Inauguração do Estádio Nacional (1944)
Viagem de Sua Iminência o Cardeal Patriarca de Lisboa (1944)
As Ilhas Crioulas de Cabo Verde (1945)
Manifestação a Carmona e Salazar pela Paz Portuguesa (1945)
A Vizinha do Lado (1945)
Guiné Portuguesa (1946)
Cortejo Histórico de Lisboa (1947)
Anjos e Demónios (1947)
Lisboa de Hoje e de Amanhã (1948)
14 Anos de Política do Espírito — Apontamentos Para uma Exposição (1948)
15 Anos de Obras Públicas (1948)
Uma Revolução de Paz (1949)
Estampas Antigas de Portugal (1949)
Viagem ao Porto do Senhor Marechal Carmona (1949)
A Nossa Fortuna (1949)
Só Tem Varíola Quem Quer (1949)
Campanha Eleitoral de 1949 (1949)
Campanha para a Reeleição do Presidente Carmona (1949)
Frei Luís de Sousa (1950)
Algarve de Além-Mar (1950)
Festa dos Tabuleiros de Tomar (1950)
O 2º Congresso Internacional das Capitais do Mundo (1950)
Casas Para Trabalhadores (1950)
Seguro e Assistência Média (1950)
Serviços Médico-Sociais (1950)
Trabalho e Previdência (1951).
As Rodas de Lisboa (1951)
Celebração do 28 de Maio em 1952 (1953)
O Jubileu de Salazar (1953)
A Viagem Presidencial a Espanha (1953)
Cortejos de Oferendas (1953)
Uma Realidade Internacional — Tânger (1953)
Trabalho Prisional (1954)
Viagem do Ministro dos Negócios Estrangeiros ao Brasil (1954)
A Apoteótica Visita a Portugal do Presidente da República ao Brasil (1955)
Como os Portugueses Receberam o Presidente do Brasil (1955)
A Visita do Chefe de Estado à Ilha da Madeira (1955)
A Visita Oficial à Grã-Bretanha do Presidente da República Portuguesa (1955)
Arte Portuguesa em Londres (1956)
A Regata Torbay-Cascais (1956)
Átomos para a Paz (1956)
A Visita do Ministro Paulo Cunha aos Portugueses da Califórnia (1956)
Rainha Isabel II em Portugal (1957)
A Visita a Portugal da Raínha Isabel II da Grã-Bretanha (1957)
A Visita Presidencial ao Brasil (1957)
A Gloriosa Viagem ao Brasil I/II (1957)
30 Anos com Salazar (1957)
Lisboa Vista pelas Suas Crianças (1958)
Comunidade Luso-Brasileira I/II (1958)
Portugal na Exposição Universal de Bruxelas (1958)
Comemorações Nacionais (1958)
Portugal no Oriente (1958)
A Luta Contra o Cancro (1958)
O Lar de Catassol (1959)
Faina do Rio e do Mar (1959)
Da Serra ao Mar (1959)
Jóias do Alto Alentejo (1959)
Loiça de Barro (1959)
Rendas e Panos (1959)
Sés Portuguesas (1959)
O Primo Basílio (1959)
Mosteiro dos Jerónimos (1960)
Arte Sacra (1960)
Os Monumentos de Belém (1960)
Indústrias Regionais (1960)
Uma Jornada Histórica — Do Terrorismo no Congo à Manifestação em Lisboa (1960)
Nazaré (1962)
As Artes ao Serviço da Nação (1962)
Casa Bancária Pinto de Magalhães (1963)
O I Salão de Antiguidades (1963)
Instituto de Oncologia (1963)
Esta Pressa de Agora (1964)
Gil Vicente e o seu Teatro (1966)
Fátima, Espaço do Mundo (1967)
Fátima no Médio Oriente (1968) - sobre a inauguração dum santuário dedicado a Nossa Senhora de Fátima em Damasco
Terra Santa, Terra Prometida (1968)
Termolaminados (1968)
O 2º Centenário da Imprensa Nacional (1969)
Portugal na Expo'70 (1970)
Dia de Portugal na Expo'70 (1970)
Portugal de Luto na Morte de Salazar (1970)
O Encontro Presidencial na Ilha Terceira (1971)
O Porto de Lisboa, Porta do Atlântico (1971)
Macau — Portugal na China (1974)
Fundou ainda três notáveis publicações sobre cinema. Em 1928 a Imagem (com Chianca de Garcia), em 1930 a Kino e em 1933 o Animatógrafo.
Figura muito popular, em especial na década de 60, apresentava RTP o "Museu do Cinema", em que apresentava filmes mudos. Quando do 25A, incapaz de servir o novo regime e evitando o inevitável saneamento apresenta a sua demissão.
Assumiu sempre as posições políticas que perfilhara ao longo de décadas. Morreu como um homem vertical e exemplo de coragem, dedicação e militância para os mais novos.
António Lopes Ribeiro, presente!

Etiquetas: ,

1 Comments:

Blogger filomeno2006 said...

Algarve de Além Mar: ¿Documental sobre Marrocos?

terça-feira, 23 setembro, 2008  

Enviar um comentário

<< Home