27 maio 2009

PELOS OLIVAIS E ENCARNAÇÃO

No Mercado Olivais Sul - E
No Mercado da Encarnação
Conforme agendado a campanha do PNR andou hoje pelos mercados dos Olivais Sul (B e E) e da Encarnação Norte e Sul. São áreas de apoio tradicional ao nosso Partido e a visita de hoje permitiu que nos apercebessemos que, no meio das dificuldades sociais gravíssimas por que passa o nosso povo, das dificuldades do comércio tradicional, a nossa mensagem começa a penetrar, tendo contactado pelos menos alguns novos votantes, aliás entusiásticos, do nosso Partido.
Para além desta animadora visita o contacto com diversos descrentes do "centrão" afirmaram-nos não ir votar... Uma vez mais dizemos a abstenção é o nosso principal adversário. É preciso punir quem conduziu os Portugueses à prostração e descrença em que se encontram e dar força à única alternativa que coloca Portugal e os Portugueses em prmeiro lugar.

Etiquetas: , ,

4 Comments:

Blogger Luís said...

1.A ida ao mercado só aconteceu se passar nas televisões.

2. A campanha do PNR perde pela obsessão com o anti-federalismo. O PNR, para algum dia conseguir chegar à AR, terá de falar de temas próximos dos portugueses:
-os impostos elevados,
-a manutenção de privilégios abrilinos (da classe política e de funcionários públicos, por exemplo),
-a criminalidade,
-a corrupção impune da sociedade
-a perseguição da Família,
-a penalização da natalidade,
-a promoção de um republicanismo laicista que fundamenta a entrega de crianças a bêbadas e/ou prostitutas.

3. O PNR deveria falar de um assunto por dia, como fazemos políticos experientes. Se quer mais de 10.000 votos, esqueça o anti-federalismo.

4. Dou este conselho sem qualquer pretensiosismo. No passado, sugeri a HNO a defesa de medicamentos gratuitos para os pobres. HNO considerou essa defesa demagógica, o Governo socialista adoptou passado uns meses essa política para os genéricos.

5. Sr. prof, pf, escute-me! Temos de puxar o país para a Direita!

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Blogger HNO said...

Senhor Luís,
1. A ida ao mercado passou nas televisões e a recepção - com vários votantes pela primeira vez no PNR - também;
2. fartos de políticos aldrabões estão os Portugueses, falar de assuntos "internos" é bom para os vitais e rangeis deste país mas não para quem ser sério na política. nas legislativas creio que muitas das suas sugestões serão aproveitáveis;
3. Creio que mesmo que falasse só do anti-federalismo teráimos mais de 10.000;
4. Contrariamente ao que o meu amigo diz, não considerei a sua proposta de "medicamentos gratuitos para os pobres", demagógica em absoluto, considerei-a, e considero-a, nas eleições europeias.
5. Quanto a puxar o país para a direita lanço-lhe um desafio. Posso contar consigo? Aparecerá, no jantar ou noutra iniciativa?
Cumprimentos

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Blogger Luís said...

Caro prof. HNO,

1.Óptimo. Só assim o PNR poderá conhecido. Espero que não seja passada unicamente a mensagem anti-federalista..

2.Todos os partidos (excepto o do governo - e o PNR!) falam de
questões nacionais.

3.Não acredito. Mais depressa essa clientela vota na extrema-esquerda ou no MPT.

4.Mais uma vez: as eleições são para o PE, mas essas não interessam a ninguém: a ÚNICA motivação para votar é castigar (ou apoiar) o governo! É A ÚNICA MOTIVAÇÃO. Excepto familiares, ninguém vai votar em função do senhor A ou B.

5. Não me identifico com o PNR, embora admita votar em HNO, para castigo dos partidos na AR.

Abraço amigo

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Blogger HNO said...

Caro Luís,
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1383288&idCanal=12

Pode ver no "link" a cobertura que foi dada.
Acrescento que, como disse e escreveu um amigo (cujos elogios seguramente não mereço): "O nosso destino - enquanto Pátria carnal - está em jogo.
Não se aceitam nesta altura desistências ou mesmo purezas. Quando ainda por cima o PNR não é um Partido Doutrinário, mas sim uma conjugação de Vontades de defesa da Identidade Portuguesa."
Espero por si.
Um abraço

quarta-feira, 27 maio, 2009  

Enviar um comentário

<< Home