27 maio 2010

UM MUNDO DE ABERRAÇÕES

Por proposta do vereador comunista, Ruben de Carvalho, a
Câmara Municipal de Lisboa aprovou ontem a criação, por um “artista de renome nacional” [teme-se, justificadamente, o pior...], de um memorial de homenagem às vítimas das guerras coloniais.

A proposta, apresentada pelo PCP, mereceu os votos favoráveis da maioria liderada pelo PS e do PSD (sim, leram bem), enquanto que o CDS-PP, numa atitude típica de "nim", se absteve.

É o país de pernas para o ar e sujeito ao "sopro" do politicamente correcto. Em vez de se erguer um monumento a esse notável esforço do povo Português na manutenção da integridade e inviolabilidade da Pátria, ergue-se um monumento às vítimas que suponho, devem ser os desertores, refractários e os próprios terroristas... Enfim, a completa subversão de valores e mais um memorial para mandar para um Museu quando este país voltar a ser sério e a ter tino...
A aberração, preve-se, virá a ser colocada na zona do Cais da Rocha do Conde de Óbidos, de onde partiram tropas portuguesas.

Etiquetas: , , ,

3 Comments:

Blogger Pedro said...

Ainda bem que não tenho idade para ter ido à guerra.
Se, não tendo ido, já acuso este insulto inominável enquanto povo, que faria se fosse um veterano.

O poder público está inquinado. Que reste ao menos o nosso reconhecimento individual. Por mim, estou profundamente grato a todos quantos defenderam a Pátria sem nunca a ter traído.

quinta-feira, 27 maio, 2010  
Blogger José Carlos said...

A minha capacidade de resistência ao nojo e à abjecção há muito que está esgotada. Mostremos-lhes no dia 10 de Junho o que pensamos dessa frente popular (também brejeira e casamenteira) que nos tocou nos anos do fim. Qualquer dia estou a pensar (Deus queira que não, Juro) que o miguel de vasconcelos, o cristóvão de moura e quejandos afinal não eram tão maus como isso (se comparados aos que cá estão)
Como eu consegui pensar nisto nem sei. Deve ser do desespero!
Que nunca lhes perdoes

quinta-feira, 27 maio, 2010  
Blogger Euro-Ultramarino said...

Respeitosamente peço licensa para ir à casa de banho vomitar.

Haverá limite para a ignomínia que temos de aturar nestes alegres tempos de finis patriae?

Abraço amigo.

sexta-feira, 28 maio, 2010  

Enviar um comentário

<< Home